Modernidade

Cobogó ressurge na decoração

Os blocos vazados que eram utilizados para deixar o ambiente mais arejado e iluminado reaparecem como artigos decorativos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 12/02/2016 15:10 / atualizado em 12/02/2016 16:04
Glaucio Gonçalves/Divulgação
Moda no meio do século passado, os cobogós voltaram com tudo em diferentes formas, materiais e utilidades. Criados como alternativa para as altas temperaturas, esses elementos vazados favorecem a ventilação e iluminação natural, delimitam os espaços e ainda possibilitam a integração de ambientes sem tirar a privacidade deles. Sendo normalmente feitos de cimento, argila, vidro e cerâmica, os cobogós ainda possibilitam uma maior ventilação nos locais.

Segundo o arquiteto Glaucio Gonçalves, apesar de já ter marcado décadas passadas, ainda é possível introduzir o recurso com muito estilo e modernidade em projetos atuais. "Na arquitetura, as coisas boas dificilmente caem no esquecimento. Não é diferente com os cobogós, que agora não são apenas utilizados para dividirem ambientes, permitindo uma maior iluminação e ventilação, mas também são usados para decorar paredes, bancadas, e de inúmeras outras formas criativas. Eles se encaixam bem na modernidade com seus estilos rústicos", comenta o arquiteto. Em ambientes internos, os blocos vazados ganham destaque, principalmente, como decoração.
 
Glaucio Gonçalves/Divulgação
 
E o cobogó não fica só dentro da casa. Ele também é bastante utilizado na decoração de áreas externas, como  jardins e varandas. Além disso, sua ajuda na circulação de ar é uma boa opção para ambientes quentes.
 
Saiba mais:
 http://curiosamente.diariodepernambuco.com.br/project/cobogos-a-maior-invencao-arquitetonica-em-linha-reta/

Tags: contemporâneo

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
17 de novembro de 2016
03 de novembro de 2016
27 de outubro de 2016
20 de outubro de 2016