Imóveis

Mercado imobiliário na expectativa

Em Pernambuco, construtoras se organizam para movimentar os negócios a partir de julho com novidades em vários setores

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

Novos empreendimentos estão previstos para serem lançados nos próximos meses - Hesiodo Goes/Esp. DP Novos empreendimentos estão previstos para serem lançados nos próximos meses
A economia brasileira padece há alguns anos. E o mercado imobiliário sentiu diretamente esta crise, com várias unidades em estoque. No entanto, o comércio de imóveis vem passando por um processo de reformulação e as pessoas estão, aos poucos, perdendo o medo de investir. A partir desta perspectiva é que empresas do setor estão se preparando para este segundo semestre. “Mesmo com as vendas estagnadas desde o ano passado, estamos apostando em um empreendimento de luxo. Vamos participar de tudo que for possível para potencializar nossas vendas”, comenta João Carlos, diretor comercial da Vale do Ave.

 

Para o presidente da LMA Empreendimentos, cenário ainda não é o ideal, mas caminha para superar o ano anterior graças ao aumento da confiança dos consumidores. "As vendas foram baixas no último trimestre, mas a procura aumentou em junho. A tendência é maior na busca pelos imóveis pequenos", comenta


De acordo com o presidente da Ademi-PE, Carlos Tinoco, as construtoras e imobiliárias já vêm retomando o ânimo nos últimos meses. “O cenário não vai mudar do dia para a noite. É necessário aguardar os clientes se sentirem mais seguros. Agora é esperar para ver como o nosso setor vai se comportar”. Ele destaca a importância da segunda edição da Semana Imobiliária de Pernambuco, que vai ocorrer entre os dias 21 e 30 de outubro, no RioMar Shopping. “Vai ser uma boa oportunidade para agitar o nosso segmento”.


A Moura Dubeux, por sua vez, não teme o que está por vir e promete lançar quatro empreendimentos nesta segunda metade do ano. Sem previsão de data para os lançamentos, o diretor regional da empresa, Homero Moutinho, adiantou que os lugares onde estarão os residenciais serão Porto de Galinhas; Zona Norte do Recife, ainda sem bairro definido, e dois na Zona Sul, um próximo do RioMar Shopping e o outro do Shopping Recife.

“Esses produtos vão impulsionar mais as vendas, que já vêm sendo boas desde o primeiro semestre (2016)”, informa.

 

A Queiroz Galvão pegou o mesmo caminho da concorrente e garante três lançamentos neste período. “Contemplaremos a Zona Norte e a Zona Sul (do Recife) e pretendemos lançar um total de 340 unidades. Apesar do momento crítico em que vive o país, os nossos resultados de venda refletem a força e o potencial do mercado”, destaca Carol Boxwell, superintendente comercial e marketing da construtora. Ela ainda diz que a escolha por bons terrenos, em localizações estratégicas, somada a produtos bem planejados, minimizam o risco de fracasso.

 

Na Reserva do Paiva, as ações vão estar focadas no residencial Varanda do Parque, composto por quatro torres separadas por jardins e apartamentos a partir de 181 m². Além do Novo Mundo Empresarial, complexo multiuso que oferece salas a partir de 33 m².

 

 

Tags: inspiração,

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
13 de fevereiro de 2017
02 de fevereiro de 2017
19 de janeiro de 2017
06 de janeiro de 2017
15 de dezembro de 2016