Imóveis

Mercado imobiliário na expectativa

Em Pernambuco, construtoras se organizam para movimentar os negócios a partir de julho com novidades em vários setores

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

Novos empreendimentos estão previstos para serem lançados nos próximos meses - Hesiodo Goes/Esp. DP Novos empreendimentos estão previstos para serem lançados nos próximos meses
A economia brasileira padece há alguns anos. E o mercado imobiliário sentiu diretamente esta crise, com várias unidades em estoque. No entanto, o comércio de imóveis vem passando por um processo de reformulação e as pessoas estão, aos poucos, perdendo o medo de investir. A partir desta perspectiva é que empresas do setor estão se preparando para este segundo semestre. “Mesmo com as vendas estagnadas desde o ano passado, estamos apostando em um empreendimento de luxo. Vamos participar de tudo que for possível para potencializar nossas vendas”, comenta João Carlos, diretor comercial da Vale do Ave.

 

Para o presidente da LMA Empreendimentos, cenário ainda não é o ideal, mas caminha para superar o ano anterior graças ao aumento da confiança dos consumidores. "As vendas foram baixas no último trimestre, mas a procura aumentou em junho. A tendência é maior na busca pelos imóveis pequenos", comenta


De acordo com o presidente da Ademi-PE, Carlos Tinoco, as construtoras e imobiliárias já vêm retomando o ânimo nos últimos meses. “O cenário não vai mudar do dia para a noite. É necessário aguardar os clientes se sentirem mais seguros. Agora é esperar para ver como o nosso setor vai se comportar”. Ele destaca a importância da segunda edição da Semana Imobiliária de Pernambuco, que vai ocorrer entre os dias 21 e 30 de outubro, no RioMar Shopping. “Vai ser uma boa oportunidade para agitar o nosso segmento”.


A Moura Dubeux, por sua vez, não teme o que está por vir e promete lançar quatro empreendimentos nesta segunda metade do ano. Sem previsão de data para os lançamentos, o diretor regional da empresa, Homero Moutinho, adiantou que os lugares onde estarão os residenciais serão Porto de Galinhas; Zona Norte do Recife, ainda sem bairro definido, e dois na Zona Sul, um próximo do RioMar Shopping e o outro do Shopping Recife.

“Esses produtos vão impulsionar mais as vendas, que já vêm sendo boas desde o primeiro semestre (2016)”, informa.

 

A Queiroz Galvão pegou o mesmo caminho da concorrente e garante três lançamentos neste período. “Contemplaremos a Zona Norte e a Zona Sul (do Recife) e pretendemos lançar um total de 340 unidades. Apesar do momento crítico em que vive o país, os nossos resultados de venda refletem a força e o potencial do mercado”, destaca Carol Boxwell, superintendente comercial e marketing da construtora. Ela ainda diz que a escolha por bons terrenos, em localizações estratégicas, somada a produtos bem planejados, minimizam o risco de fracasso.

 

Na Reserva do Paiva, as ações vão estar focadas no residencial Varanda do Parque, composto por quatro torres separadas por jardins e apartamentos a partir de 181 m². Além do Novo Mundo Empresarial, complexo multiuso que oferece salas a partir de 33 m².

 

 

Tags: inspiração,

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
17 de novembro de 2016
03 de novembro de 2016
27 de outubro de 2016
20 de outubro de 2016