Adaptado

Cômodo versátil e convidativo

Quartos de hóspedes, além de dormitórios para acolher bem os convidados, servem de espaço para escritórios, sala de jogos e de televisão

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

Sempre é bom ter um lugar na residência que dê para acomodar bem uma visita. É essencial que os hóspedes fiquem bem instalados e tenham bastante conforto. Afinal, ninguém quer que a visita se sinta pouco à vontade. Os quartos de hóspedes são as melhores opções por fazer com que o visitante sinta­se acolhido. No entanto, esses cômodos são mais comuns em casas de campo, devido à maior frequência de visitantes. Nos imóveis urbanos, não é muito comum encontrar um quarto exclusivo para essas pessoas. Geralmente eles são adaptados para atender a algumas necessidades dos moradores.

Para o arquiteto Humberto Zírpoli, os quartos de hóspedes estão em baixa no apartamentos. “Hoje, esta parte da casa está sendo muito utilizada para receber sala de jogos, TV, home office, entre outra coisas. Só precisa ser criativo, porque dá para deixar o lugar mais versátil, de modo que nos dias comuns a área seja utilizada para algum fim que não seja se acomodar e, quando houver alguma visita, torne-se um dormitório. O que não pode é deixar o espaço ocioso”, dá a dica. O especialista ressalta a importância de deixar o lugar mais leve, sem muita informação. “Se a ideia é montar um quarto multifuncional, não adianta sobrecarregá­lo. Móveis e revestimentos claros ajudam a ‘iluminar’ o espaço, dando a impressão que o ambiente é mais amplo. O bacana é ambiente suave”.

No apartamento da aposentada Maria das Graças Marinho, 67, um dos ambientes foi adaptado para uso comum da família. “Como sempre havia um (quarto) sobrando, meu marido decidiu montar uma pequena biblioteca, que serve de sala de estudo e de TV. Meus netos o utilizam para estudar quando vêm aqui para nossa casa”.

 

Flora Rosa adaptou um de seus quartos em um home office com sofá-cama - Malu Cavalcanti/Esp. DP Flora Rosa adaptou um de seus quartos em um home office com sofá-cama
 

 

A comerciante Flora Rosa, 45, também fez o mesmo. Adequou o cômodo para atender às necessidades da família. “Quando comprei o apartamento ele tinha duas suítes e um banheiro compartilhado para dois quartos. Como tenho dois filhos, adaptei mais uma suíte. No outro aposento, montei um pequeno escritório, onde há um sofá-cama e um móvel que serve de estante e guarda­roupas, deixando o espaço também para receber visitas”, conta Flora.

Segundo Zírpoli, o home office ou escritório virou necessidade devido à vida corrida que obriga as pessoas, muitas vezes, a levar trabalho para casa. “Os itens necessários para se criar um espaço como esse dependerão da atividade exercida pelo morador, visto que cada profissional possui uma necessidade diferente”, afirma o arquiteto.

 

 

Tags:

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
17 de novembro de 2016
03 de novembro de 2016
27 de outubro de 2016
20 de outubro de 2016