Vida nova

Organize uma mudança sem estresse

Para evitar perda de itens e ganhar tempo na organização da casa nova, planeje a sua ida para um novo endereço e veja as nossas dicas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 20/10/2016 09:48 / atualizado em 20/10/2016 10:46 Wagner Souza /Especial para o Lugar Certo

Jadiewerton se prepara com antecedência e vai contar com a ajuda dos amigos - Mariane Tavares/Divulgação Jadiewerton se prepara com antecedência e vai contar com a ajuda dos amigos
Mudar de casa pode ser sinônimo de vida nova para qualquer pessoa, principalmente quando a nova residência é maior, mais aconchegante e mais bem localizada. Viver em um novo ambiente pode ser motivo de expectativas, aumento da qualidade de vida e da motivação com a rotina diária. No entanto, para não ter dor de cabeça durante e depois do processo de transição, alguns cuidados são importantes e evitam a quebra e a perda de itens, o desperdício de muito tempo na organização ou até imprevistos nos primeiros dias no novo lar.

 

De acordo com a personal organizer da Bye Bye Bagunça, Dulce Lucena, mudar para um domicílio novo sem estresse exige planejamento. “Assim que a data for definida, é útil reservar uma semana para empacotar os objetos de cada cômodo. A etapa deve ser realizada com calma, sem correria”, orienta. Ela aconselha embrulhar logo os itens que não têm tanta utilidade. “Comece pelas coisas que você não usa com tanta frequência até dois meses antes da mudança. CDs, DVDs, itens de vestuário, roupas de cama e louças podem entrar nessa leva”. O tempo varia de acordo com o tamanho da família, quantidade de pertences e distância entre a casa atual e a futura residência.

 

Para não ter problemas com a disponibilidade de datas, a dica é pesquisar e solicitar orçamentos a empresas cerca de três meses antes. “Peça indicações e referências a amigos. Antes de fechar o contrato de serviço com determinada empresa, certifique-se do limite de caixas e volumes acordado. Cheque se, no custo do transporte, estão inclusos o seguro do que será levado e os materiais para embalar como plástico bolha, caixas e outros itens. É essencial discriminar no contrato o que será transportado”, destaca Dulce.


A família do estudante Erik Sales, 21, trocou de lar há alguns dias e contratou um caminhoneiro. Para ele, que já se mudou com seus pais cerca de 20 vezes, a escolha do serviço de transporte foi decisiva pela confiança no serviço e no preço. “Já o contratamos para outras mudanças e adoramos o seu serviço prestado, que não deu nenhum estresse. Uma transportadora exigiria um custo maior”, comenta. Erik ainda chama atenção para o esforço físico. “Pela nossa experiência, vale mais pagar para carregarem nossas coisas, porque exige muito esforço. Quem não tem preparo físico, sofre!”, aconselha o estudante. Já o autônomo Jadiewerton Tavares, 27, vai contar com o apoio de amigos e familiares durante a mudança, prevista para o final deste mês. “Estamos economizando ao máximo, gastando apenas o necessário. E a casa nova fica no final da rua onde moramos atualmente, o que deixa o transporte mais barato”.

 

Dicas

Tente se programar para não precisar transportar muita comida, bebida ou coisas líquidas, como frascos de xampu, por exemplo. Faça as compras considerando o tempo de uso até o dia da mudança. Isso porque os produtos podem vazar durante o transporte e causar transtornos desnecessários;

Prefira as caixas médias e pequenas. Apesar de poderem concentrar mais coisas, as grandes acabam ficando pesadas e ruins de carregar, além do risco de rasgar
durante o transporte;

A cozinha e o banheiro da casa nova serão os locais mais utilizados por quem estiver envolvido no processo de mudança. Por isso, faça uma limpeza nos dois ambientes antes de começar a trazer as coisas;

Ao embalar as louças de cozinha, coloque cada conjunto em uma caixa, mesmo que sobre um pouco de espaço. Assim, o trabalho de saber onde cada coisa será guardada na casa nova fica mais fácil. Só não se esqueça de preencher os espaços vazios com jornais, para que
as peças não fiquem soltas, batendo umas nas outras,
e cuidado: não se mistura metal e vidros ou louças.

 

 

 

Tags: imóvel

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
17 de novembro de 2016
03 de novembro de 2016
27 de outubro de 2016
20 de outubro de 2016