Sofisticação

Mercado para imóvel de luxo

Apesar de não ser a maioria entre clientes, empreendimentos com preços mais elevados têm público certo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 17/10/2013 09:43 / atualizado em 17/10/2013 15:48
Apartamentos de porte médio são maioria no mercado imobiliário, mas não faltam no Recife imóveis de luxo, que reúnem características como exclusividade, conforto e inovação. Consumido pela classe A e cobiçado pela classe média, o glamour no design dos empreendimentos e a certeza de uma boa localização custam, no mínimo, R$ 1,5 milhão.
Oka Beach Residence é um dos imóveis de alto padrão da Queiroz Galvão no Litoral Sul - Queiroz Galvão / Divulgacão Oka Beach Residence é um dos imóveis de alto padrão da Queiroz Galvão no Litoral Sul
Presidente do Sindicato de Habitação de Pernambuco (Secovi), Luciano Novaes pontua que o preço do metro quadrado em imóveis acima de 200 metros quadrados chega a custar R$ 10 mil. Sendo quase o dobro da média do Recife, de R$ 5,6 mil. O cliente que usufrui desse mercado requer um tratamento especial e tem nível de exigência elevado. Para esse público, a riqueza do detalhe, a qualidade do acabamento e o conforto de um amplo espaço são indispensáveis na hora da criação do projetos. Para algumas construtoras, o grande desafio é o local para construção do empreendimento. O superintendente comercial da Moura Dubeux, Tony Vasconcelos, ressalta que um terreno com boa localização, que tenha uma área ampla para a projeção de um espaço de lazer completo, com serviços nas redondezas e uma bela vista é um conjunto difícil de achar. O Brennand Plaza, da Moura Dubeux, em Boa Viagem, é um exemplo: tem área privativa de 416 metros quadrados, custa R$ 4,2 milhões e conta com quatro suítes, sendo uma master com dois banheiros. De acordo com a diretora comercial e de marketing da Queiroz Galvão Desenvolvimento Imobiliário, Carol Boxwell, os empreendimentos na Avenida Boa Viagem, por exemplo, por si só traduzem exclusividade. Carol dstaca que a avenida se destaca pelo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) elevado, superior ao do próprio bairro de Boa Viagem. A QGDI tem na vitrine de luxo os residenciais com serviços no Litoral Sul do estado, em Muro Alto, a exemplo do Malawí e do Oka Beach Residence, localizados à beira-mar da praia de Muro Alto. Outra construtora que também investe no mercado de luxo é a Rio Ave. O edifício Central Park, localizado no bairro da Jaqueira, chama atenção do público que consome esse estilo de empreendimento. Com 16 pavimentos, o edifício tem uma unidade de 306 metros quadrados por andar. De acordo com o presidente da Secovi, o mercado de luxo em Pernambuco é estável. Para ele, as famílias estão diminuindo e partindo para residenciais mais práticos. Porém, existe percentual para o mercado de luxo. Se um imóvel de alto padrão for lançado, haverá público e haverá venda.

Tags:

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
02 de junho de 2017
12 de maio de 2017
13 de fevereiro de 2017
02 de fevereiro de 2017