Economia

Tendências sustentáveis em pauta

Redução dos impactos ambientais e de custos nas obras são efeitos da sustentabilidade na construção cívil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 20/08/2015 15:17 / atualizado em 20/08/2015 15:41
Incorporadora utiliza um britador na obra do Camará Shopping para triturar as rochas e reutilizá-las - Incorporadora Reserva Camará/Divulgação Incorporadora utiliza um britador na obra do Camará Shopping para triturar as rochas e reutilizá-las
As cidades e seu “metabolismo” são os grandes responsáveis pelo consumo de materiais, água e energia, sendo assim razoável pensar que, em um futuro próximo, continuarão a produzir fortes impactos negativos sobre o meio natural. Não por acaso, a sustentabilidade tem invadido os mais diversos setores da economia. Na construção civil, a partir da utilização de novos materiais que possibilitam gerar o menor impacto possível ao meio ambiente e contribuam para o conforto térmico ou a redução do consumo de energia, não é diferente.

Construtoras já vêm trabalhando em suas obras com medidas sustentáveis que visam à redução dos impactos ambientais, além de conter elevados custos nas construções. A Incorporadora Reserva Camará - consórcio formado pelas empresas A.B Côrte Real, FMSA Carrilho, Casa Grande Engenharia, Consulte Engenharia,MASF e Moderno Empreendimento - utiliza um britador na obra do Camará Shopping, em Camaragibe, para triturar as rochas encontradas no local e reutilizá-las na mesma obra. “Com a medida, foi reduzido o número de caminhões utilizados na construção, economizamos quase trita mil litros de diesel e 95 toneladas de CO2 foram deixadas de serem produzidas”, explica o gestor de sustentabilidade do empreendimento, Felipe Oliveira. O canteiro de obras conta ainda com uma Estação de Tratamento de Efluentes, em que a água utilizada na obra é tratada e reutilizada nos serviços da área.

Para o gerente de projetos da Construtora Rio Ave, Fabian Bezerra, a construção sustentável harmoniza o desfio do impacto ambiental da indústria das construções e os seus benefícios econômicos. “Isso garante, ao mesmo tempo, a mais alta qualidade, resistência e durabilidade, sem descuidar da estética”, conta, alertando que as ações sustentáveis precisam estar presentes do início da obra até seu término.

Para Renildo Guedes, diretor de planejamento da Construtora Gran Marco, quem não estiver seguindo o caminho sustentável, certamente estará gastando muito mais em suas obras. “Não adotar tal medida não afeta só o capital da empresa, mas também o meio ambiente. Em meio à crise econômica, não é nada estratégico ficar de fora dessa”, explica.

Debate
A sustentabilidade pode ser um caminho a ser trilhado pelas construtoras como forma de driblar a atual crise no setor. Para discutir sobre o tema, a Amcham Recife promove hoje, no Sheraton Reserva do Paiva, a 10ª edição do CEO Fórum. O evento acontece das 14h às 20h.

Tags: segurança

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
17 de novembro de 2016
03 de novembro de 2016
27 de outubro de 2016
20 de outubro de 2016