Lazer

Área especial para o lazer

Coberturas abrigam os itens de convívio dos moradores, que podem desfrutar de bela vista do alto

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 21/11/2013 09:50 / atualizado em 21/11/2013 10:23
Lotes menores também são motivo para que a área de lazer fique localizada na cobertura - Lotes menores também são motivo para que a área de lazer fique localizada na cobertura (Romarco / Divulgação) Lotes menores também são motivo para que a área de lazer fique localizada na cobertura
A área de lazer é um dos itens de grande interesse para quem deseja adquirir um apartamento. Além de atrair o comprador, também tende a valorizar o imóvel. E se ainda por cima ficar na cobertura, com a possibilidade de uma bela vista, pode fisgar de vez o futuro morador. Para as construtoras, colocar essa infraestrutura no alto do prédio não é só uma questão de imprimir mais atrativos ao edifício. Com terrenos cada vez mais escassos (e menores), o espaço comum tende a subir. O edifício Ivani Silvestre Residence, da Romarco, é um exemplo de empreendimento que oferece lazer na cobertura. Próximo ao Parque Dona Lindu e a 300 metros da praia de Boa Viagem, a construtora colocou na cobertura a piscina, área gourmet e sala de ginástica. A diretora comercial da Romarco, Rafaela Martins, explica que vale a pena investir no lazer na cobertura quando o projeto está perto de locais como praia ou parque, pois a vista é bonita e torna o local agradável e diferenciado. Ela explica que por segurança e para oferecer um espaço maior para a diversão dos pequenos, os itens direcionados às crianças, como playground, são postos perto da guarita onde fica o porteiro. Para o sócio-diretor da Max Plural, Thiago Monteiro, unidades na cobertura são um desejo de muitos e colocar a área comum nesse espaço faz com que todos os moradores se sintam beneficiados. Ele afirma que muita gente quer usufruir dos benefícios da cobertura e colocar o lazer do edifício nesse local proporciona isso. Com unidades praticamente esgotadas, o edifício Fernando Pessoa, da Max Plural, possui uma área de lazer de 920 metros quadrados na cobertura.
O presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Pernambuco (Ademi-PE), Eduardo Moura, ressalta que adquirir grandes terrenos em alguns bairros está se tornando raro. Para suprir isso, algumas construtoras exploram a área superior, que por vezes ficava inutilizada. Moura explica que um dos principais motivos é o pouco espaço no lote, por isso as construtoras têm que aproveitar o espaço do prédio para outros itens e utiliza a cobertura para o lazer. Ele diz que o salão de festas deve estar preferencialmente no térreo do edifício para que os visitantes não precisem se deslocar até o último andar do prédio. O presidente pontua que é mais aconselhável que as áreas de consumo apenas do morador fiquem na cobertura, deixando o espaço mais particular.

Tags: construção

Anúncios do Lugar Certo

Últimas notícias

ver todas
02 de junho de 2017
12 de maio de 2017
13 de fevereiro de 2017
02 de fevereiro de 2017